Renan diz que defendeu a Temer recriação do Ministério da Cultura

0
41

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse nesta quarta-feira (18) que defendeu, em conversa com o presidente em exercício Michel Temer, a recriação do Ministério da Cultura, pasta que foi integrada ao Ministério da Educação pelo peemedebista.

Em entrevista coletiva no Senado, Renan afirmou que se compromete em conduzir a recriação da pasta no Congresso Nacional quando a medida provisória que extinguiu a pasta estiver em tramitação no Legislativo. Ele explicou que a recriação poderia ser feita por meio de emenda à própria medida provisória.

Para ele, o orçamento da Cultura é baixo e não compromete a situação fiscal do país. Além disso, Renan disse acredita que a extinção da pasta seja um retrocesso.

“Propus ao presidente Michel Temer recriar o Ministério da Cultura. Acho que [o ministério] é muito relevante para ser reduzido a uma questão contábil, orçamentária. O Ministério da Cultura não vai quebrar o Brasil, mas a sua extinção quebrará a nação, porque coloniza a sociedade, e é muito ruim. […] Nós cuidaríamos disso aqui por ocasião da tramitação da medida provisória aqui no Congresso Nacional”, disse Renan.

A decisão do presidente em exercício Michel Temer de extinguir o Ministério da Cultura e transferir as atribuições da pasta para a Educação gerou diversos protestos de artistas nos últimos dias.

Com a repercussão negativa, Temer anunciou que toda a estrutura da Cultura atual será mantida e transferida para uma secretaria – sem o status de ministério. A intenção do peemedebista é nomear uma mulher para a comandar a área.

A estratégia de nomear uma mulher também funcionaria como forma de responder às críticas pelo fato de o primeiro escalão do governo não ter nenhuma mulher no comando de pastas.
G1

Comentários