Maranhão minimiza denúncia e não crê em substituição de Manoel Jr

0
36

O presidente estadual do PMDB na Paraíba, José Maranhão, afirmou nesta sexta-feira (6), acreditar que o deputado federal e pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Manoel Junior (PMDB), irá provar que não cometeu irregularidades na Câmara Federal e provará inocência nas acusações que pesam contra ele no processo da operação Lava Jato.

“Eu acredito que Manoel Júnior vai superar essa fase, provar sua inocência e continuar candidato a prefeito de João Pessoa. Eu não acredito que Manoel Júnior deixe de ser candidato”, disse.

A possível retirada do nome de Manoel Júnior poderia aproximar o PMDB do PSB, na capital. No entanto, Maranhão descartou a possibilidade de apoiar a pré-candidata socialista e garantiu que, caso Manoel Junior não fosse candidato, um novo nome para entrar na disputa seria levantado pelo PMDB. “Essa questão da substituição de Manoel Junior não é tema ‘ocorrente’ no PMDB”, afirmou.

O nome de Manoel Júnior foi incluído pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot no processo relativo a Lava Jato que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), por supostos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção e formação de quadrilha. O parlamentar paraibano é acusado de integrar um grupo de parlamentares ligado ao ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para pressionar o grupo Schahin.

Em nota a imprensa Manoel Junior negou qualquer tipo de irregularidade na apresentação de requerimentos na Câmara dos Deputados para convocar representantes do Grupo Schahin para audiências públicas. Os requerimentos teriam como objetivo beneficiar o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB).

Comentários