Menino pode ter morrido afogado, diz Policia

0
37

A investigação da Polícia Civil aponta para a possibilidade de o menino que foi encontrado morto em Pombal tenha acontecido por acidente e que ele tenha se afogado em um capinzal alagado. O menino Erick Muniz, de 11 anos, estava desaparecido desde o dia 18 e seu corpo foi encontrado na sexta-feira (22) já em estado avançado de decomposição.

A hipótese levantada pela polícia é de que o menino tenha escorregado no lodo do capinzal alagado e sem conseguir sair, acabou se afogando. No local em que o corpo foi encontrado, o capim é alto e a água chega a aproximadamente um metro.

De acordo com o delegado Carlos Seabra, que está a frente do caso juntamente com a delegada Yvna Cordeiro, não há evidências que comprovem a ocorrência de algum crime. O delegado destaca que quando Erick foi encontrado, ainda “estava com todas as roupas que vestia no dia que desapareceu, inclusive com as sandálias nos pés”. O corpo da criança estava em estado de putrefação avançado, e que devido a isso, “não tinha como identificar nenhuma causa mortis”, esclarece o delegado.

Para esgotar todas as possibilidades de investigação, também foram solicitados exames de perícia médica e do local em que o corpo foi encontrado para averiguação. “Nós estamos aguardando os laudos para esgotar todas as hipóteses. Até lá qualquer coisa é especulação”, ressaltou Carlos Seabra. Ele ainda esclareceu que os resultados dos laudos médicos e periciais deve sair em torno de 15 dias. Já um laudo solicitado à Energisa para investigar a possibilidade de um fio de energia que estava caído nas proximidades do corpo ter envolvimento na morte do menino.

Comentários