JP rompe contrato com empresa responsável pela Integração do Valentina

0
0

A Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), rescindiu unilateralmente o contrato com a empresa CLN Locações e Serviços Eireli – ME por descumprimento contratual, atraso e má execução da obra de construção do Terminal de Integração do Valentina Figueiredo.

Além disso, a gestão municipal ingressou com processo para que a empresa seja penalizada com a suspensão temporária em licitações, impedimento de contratar a administração pública por dois anos e multa de 10% do valor que a obra foi contratada.

A obra do Terminal de Integração do Valentina, que já havia ficado um ano com serviços paralisados na gestão passada, foi retomada em agosto de 2021, com previsão de conclusão em um ano. Nesse período, porém, fiscalizações realizadas pela Seinfra registraram paralisações das atividades, sem justificativas.

A Secretaria de Infraestrutura está fazendo um novo orçamento da obra para, em seguida, iniciar o processo de licitação, que deve durar cerca de 90 dias, segundo o secretário Rubens Falcão. Orçado em R$ 3,5 milhões, o Terminal de Integração do Valentina vai beneficiar cerca de 130 mil passageiros que diariamente utilizam o transporte público de João Pessoa.

Comentários