PGE arquiva investigação de pizzaria paraibana por campanha contra Bolsonaro

0
0

A Procuradoria Geral Eleitoral (PGE) arquivou, nesta quarta-feira (13), uma investigação contra uma pizzaria de João Pessoa, que fez uma campanha contra o presidente da República Jair Bolsonaro. Na ocasião, o jovem com um título de eleitor ganhava uma pizza em troca.

A iniciativa da “Autêntica Pizza da Lambreta” não foi considerada, pelo Ministério Público Eleitoral, como um potencial lesivo para a propaganda eleitoral do presidente. O principal motivo para a decisão foi por conta da baixa adesão de jovens para tirar o título de eleitor na época, algo que era o principal foco da campanha.

Com a decisão do arquivamento da investigação contra a pizzaria paraibana, o sub-procurador Paulo Gustavo Gonet Branco reforçou que a publicação tem um teor de livre expressão político-ideológico, garantida pela constituição a todos:

“Observo também que a publicação se voltava para o alistamento de jovens eleitores, perdendo significado prático, quando o período já foi superado. Tampouco noto grave ofensa à honra ou à imagem do pré-candidato à reeleição Jair Messias Bolsonaro. Não há elementos que apontem para uma ação coordenada com algum partido ou outro pré-candidato”, disse.

O caso aconteceu no dia 4 de abril, data que marcava um mês para a regularização do título de eleitor para as Eleições 2022. A campanha mostrava como tirar o título de eleitor e “de quebra ainda ganhar uma pizza”. Além disso, na publicação, havia uma estrela vermelha na imagem e uma hashtag “#forabolsonaro” na legenda.

Apesar do apoio, houveram muitas críticas ao estabelecimento, que, após a repercussão nacional do acontecimento, estreou um novo sabor, intitulado de “paunomito”, uma referência negativa a Bolsonaro.

Comentários