Com doença rara, ex-apresentadora Eugência Victal cobra assistência de plano

0
0

A ex-apresentadora da TV Correio e TV Cabo Branco, Eugênia Victal, cobra do plano de saúde Cassi, da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil, que cumpra o que está estabelecido.

Nas redes sociais, a jornalista que está acometida de uma doença neurológica rara, afirma que o plano tem “intensificado seu sofrimento” por não dá a assistência necessária.

“Um verdadeiro descaso que venho enfrentando com esse plano, que, mesmo com a urgência de materiais necessários para meu tratamento, sempre exige um prazo para liberação de utensílios básicos. Isso dificulta ainda mais o meu tratamento e minha cura contra essa doença”, criticou a jornalista.

Em um dos relatos, a jornalista mineira disse que precisou de curativo e o produto levou seis dias para chegar, sendo que o prazo por lei seria de 24 horas. Além disso, foram colocados curativos sobrepostos, de forma inadequada que só pioraram as lesões. Nesta quarta-feira (13), ela voltou a afirmar que continua sem o material.

“Até agora, nada. Sigo sem curativos para pele, o que, acamada, é uma dor e ardor inimagináveis, sem acompanhamento da comissão de pele da @cassi.saude, abandono e negligência com total ciência do que fazem”, destacou.

Comentários