Operação cérbero: polícia descobre cemitério clandestino usado por facção na PB

0
0

Um cemitério clandestino com restos mortais de pessoas desaparecidas foi encontrado na cidade de Jacaraú, no Litoral Norte paraibano, durante a operação Cérbero, que acontece nesta quarta-feira (1º) em várias regiões do estado.

De acordo com o delegado Walter Brandão, a operação visa cumprir dezenas de mandados de prisão e de busca e apreensão contra integrantes de dois grupos criminosos suspeitos de tráfico de drogas, homicídio, ocultação de cadáver, roubo, furto e receptação. no Brejo, Vale do Mamanguape, Região Metropolitana de João Pessoa e no Sertão.

“Essa operação é proveniente de investigações que visam combater organizações criminosas ramificadas no estado. As investigações começaram em outubro de 2021, por meio de serviços de inteligência policial e também através do Disk Denúncia. Com base na produção de provas testemunhais e de interrogatórios, fizemos um levantamento dos locais onde ocorreram os mandatos e um destes locais onde há restos mortais. Outras equipes estão em campo e provavelmente outros locais como este devem ser localizados”, disse o delegado.

Até às 7h30, já haviam sido apreendidas 23 armas de fogo, cerca de 4kg de drogas e 13 veículos roubados foram encontrados. Pelo menos 43 pessoas já foram presas até o horário e parte dos mandados de prisão são contra pessoas que já estão presas em unidades penitenciárias de João Pessoa, Sapé, MamanguapeJacaraúGuarabira e Catolé do Rocha.

Tortura de mulheres

Segundo Walter Brandão, as organizações criminosas investigadas também são suspeitas de torturar mulheres que estariam envolvidas com os grupos.

“Nós constatamos que muitas jovens eram torturadas, inclusive sofrendo tiros na própria mão. Eles escolhiam datas especiais para a prática, como a exemplo do último dia 8 de março, onde uma das jovens, por contrariar interesses de uma destas organizações, sofreu um tiro na mão. É uma prática comum este tipo de tortura que eles vem praticando aqui”, contou.

A operação Cérbero é realizada pelas polícias Civil e Militar e pelo Corpo de Bombeiros. “Através desta operação estamos produzindo provas contundentes para a condenação destas pessoas”, completou o delegado. Os detalhes da operação devem ser apresentados em uma entrevista coletiva com a imprensa, prevista para acontecer às 11h, no auditório da Central de Polícia Civil de João Pessoa.

Comentários