Paraibana Gkay relembra vida em Solânea antes da fama: “Entregava panfletos”

0
0

Nascida Gessica Kayane, em Solânea, no interior paraibano, a influenciadora paraibana de 29 anos, conhecida na internet como a Gkay (o apelido dado por um amigo que achava seu nome longo demais), virou notícia ao rebater uma pessoa que queria dois “motivos plausíveis” para justificar sua fama. Em tom de ironia, a humorista escreveu: “Abre a Netflix, o Amazon Prime, o Multishow, o Instagram, o TikTok, o YouTube e liga na Globo… talvez em algum desses você descubra”.

Em entrevista ao jornal O Globo, ela explicou: “Esse comentário não me afetou, tampouco fiquei mal por isso. Foi apenas uma resposta. Não esperava que a história tomasse essa proporção”, disse a artista que é um fenômeno da contemporaneidade, com produções disponíveis em todos os veículos citados por ela mesma. Há ainda a produção de conteúdo para as redes sociais — só no Instagram sua rotina é acompanhada por mais de 19,4 milhões de seguidores.

Mas, provavelmente, o produto mais popular dessa influenciadora seja a Farofa da Gkay, evento que começou em 2017 para celebrar seu aniversário. A última edição, em dezembro do ano passado, custou cerca de R$ 2,8 milhões e virou até tema de documentário, disponível na plataforma Lounge.

A história da paraibana nem sempre foi cheia de glamour. “Sempre quis ser atriz, mas era um sonho tão distante da minha realidade”, lembra ela. “Era preciso estudar “e eu não tinha condições de arcar com os custos. Venho de “uma família humilde e fazia bicos para ganhar a vida. Entregava panfletos, vendia em lojas… E também não me enxergava como comediante. Achava que essa profissão não era para mim”, acrescenta.

Foi quando começou a gravar vídeos e disponibilizar no YouTube. “Estreei na web cinco anos e meio atrás e as coisas foram se desenrolando de forma gradativa. Não dormi anônima e acordei famosa, como os participantes do ‘Big Brother Brasil’. É uma história linear, uma construção. Nunca consegui um milhão de seguidores num único dia. Foi “um passo de cada vez. Tive tempo para me acostumar com a situação. Não levei aquele susto”, explica Gkay.

A influenciadora abandonou as faculdades de Direito e Relações Internacionais e se voltou à produção de conteúdos para as redes sociais. O humor de Gkay é aquele do dia a dia, espontâneo, que lembra um cordel. Mas para a paraibana, fazer humor é um tiquinho complicado no Brasil. “Não posso falar nada que levam ao pé da letra e criam matérias sensacionalistas. Os jornalistas usam minhas piadas como algo sério. Estão se esquecendo que faço graça “o tempo inteiro, que minha vida é essa. Nem toda frase é real”, diz Gessica.

Amiga íntima de Anitta, Gkay não esconde a admiração pela cantora. “Ela é alguém para se inspirar, independentemente se gosta ou não do trabalho. É guerreira, batalhadora e inovadora. Estou na luta para ser alguém que tenha um sucesso tão grandioso quanto dela”, garante Gessica.

Comentários