Acusado de matar taxista no Bessa, em João Pessoa, é condenado a 16 anos de prisão

0
1

Terminou por volta das 21h30 desta quarta-feira, 23, o júri do ex-corretor de imóveis Gustavo Teixeira Correia que foi condenado a 16 anos de prisão pelo assassinato do taxista Paulo Damião. O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro de 2019 ao lado do Supermercado Bemais do Bessa.

A pena foi anunciada pela juíza Aylzia Fabiana Borges, do 2º Tribunal do Júri, da Comarca de João Pessoa, e corresponde a 14 anos pelo homicídio qualificado e mais dois anos pelo porte ilegal de arma, sem direito de apelar em liberdade.

Logo após divulgar a sentença, a juíza fez um desabafo e reclamou do comportamento da defesa de Gustavo: “Não poderia encerrar essa sessão e sair desse plenário sem demonstrar meu descontentamento com a defesa, sabe? Tendo em vista que a tentativa de parcializar esse juízo insinuando com isso ferimento a um princípio basilar de um magistrado: a imparcialidade, tendo em vista que a minha função é unicamente atribuir Justiça sem ver a quem. É esse o motivo pelo qual a deusa Têmis tem os olhos vedados, é no mínimo deselegante”.

Com Parlamento PB

Comentários