Em 40 dias chegam armamentos para Guarda Civil de João Pessoa; equipe passará por cursos de habilitação

0
0

Em um prazo de 40 dias estarão chegando pistolas nove milímetros e armas de longas que irão auxiliar no trabalho da Guarda Civil  Municipal de João Pessoa. Foi o que revelou, em conversa com o ClickPB, nesta sexta-feira (18), o secretário Municipal de Segurança Urbana e Cidadania, João Almeida. Ele destacou que a equipe passa por capacitação e que já prepara os cursos para habilitação, ou seja, para poder utilizar o equipamento.

Desde o início da semana, o efetivo da Guarda Civil passa por formação. “A gente está capacitando primeiro sobre a questão do armamento para as pistolas 9 milímetros e as armas longas que estão chegando ainda dentro de 40 dias. Pela primeira vez, a Guarda de João Pessoa vai ter um armamento compatível com o nível de segurança pública nacional. São pistolas utilizadas pela Polícia Federal e pela Polícia Rodoviária Federal e como também arma longa, arma de calibre 12 que é uma arma de grande porte”, revelou o secretário.

Além disso, João Almeida pontuou que o efetivo ainda passa por outras capacitações. “Também estamos capacitando para formação de gerenciamento de confronto de crise. Essa semana foi um curso extensivo com o Exército Brasileiro no 15º Batalhão”, ressaltou, destacando que espera que até o fim deste ano consiga capacitar 100% da Guarda Civil Municipal. Hoje, apenas 15% tem habilitação para uso de armas. “Quero entregar com 100%”, frisou.

Mesmo com a chegada dos armamentos, João Almeida explicou que antes do uso os profissionais passarão por curso de habilitação. “A gente vai primeiro capacitar. São cursos não só de reciclagem para quem já tem habilitação, mas também para capacitação. A gente tem poucos guardas com habilitação para portar pistola. A gente tem que habilitar todo o efetivo apto e depois que habilitar, os habilitados passarão por reciclagem”, afirmou.

Os primeiros colocados no curso de habilitação irão utilizar as pistolas nove milímetros e as armas longas. A Prefeitura de João Pessoa contratou o instrutor Rogério Rosas – considerado um dos melhores instrutores do Brasil – para dar os cursos ao efetivo da Guarda. Hoje a Guarda com efetivo de 500, sendo que 220 são operacionais, ou seja, na rua.

Comentários