Pagamentos do Auxílio Brasil de fevereiro começam na segunda; veja calendário

0
22

Os pagamentos do Auxílio Brasil de fevereiro começam na segunda. a informação é da Caixa Econômica Federal . Os primeiros a receber serão os beneficiários com final de Número de Inscrição Social (NIS) 1. O pagamento dessa rodada termina no dia 25 de fevereiro.

Veja o calendário, de acordo com o número final do NIS:

1: 14/2
2: 15/2
3: 16/2
4: 17/2
5: 18/2
6: 21/2
7: 22/2
8: 23/2
9: 24/2
0: 25/2
Veja o calendário completo mais abaixo.

Auxílio Brasil: Qual o valor? Quem vai receber? Tire dúvidas
Novos incluídos poderão movimentar benefício pelo Caixa TEM
TUDO SOBRE O AUXÍLIO BRASIL
Para saber em que dia o benefício ficará disponível para saque ou crédito em conta bancária, a família deve observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), impresso no cartão de cada titular. Para cada final do NIS há uma data correspondente por mês.

Em dezembro, o governo federal começou a pagar a todos os beneficiários um valor mínimo de R$ 400.

Veja abaixo o calendário de 2022:

Calendário de pagamentos do Auxílio Brasil em 2022 — Foto: Economia/g1
Calendário de pagamentos do Auxílio Brasil em 2022 — Foto: Economia/g1

No mês passado, o governo informou que, com a inclusão de 3 milhões de novas famílias, “zerou a fila de elegíveis de 2021”.

Ao entrar no programa, as famílias recebem, pelos Correios, duas cartas encaminhadas pela Caixa: a primeira com orientações gerais sobre o Auxílio Brasil e a segunda com o cartão para movimentação bancária do benefício. Com ele, a pessoa pode fazer saques parciais ou no valor integral do benefício.

Até que essas novas famílias recebam o cartão do programa, o benefício poderá ser movimentado pelo Caixa TEM – mesmo aplicativo usado para recebimento do Auxílio Emergencial. Assim, não é necessário ir às agências da Caixa.

Canais de atendimento
Em caso de dúvidas sobre o Auxílio Brasil, o governo oferece 3 canais de atendimento:

pelo telefone 121, do Ministério da Cidadania,
pelo número 111 da Caixa Econômica Federal
pelo aplicativo Auxílio Brasil

Comentários