Morre em João Pessoa Eliézer Rolim, cineasta natural de Cajazeiras

0
16

O diretor e roteirista Eliézer Rolim morreu nesta quarta-feira (2), aos 61 anos. Natural de Cajazeiras, o cineasta estava internado em estado grave no Hospital Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa. A lamentável morte foi confirmada pelos familiares de Eliézer Rolim ao programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM.

Eliézer Rolim foi diagnosticado com Covid-19 e teve sintomas leves nos últimos dias, até sofrer uma embolia pulmonar e lesão cerebral. Ele foi internado nesta terça-feira (1º).

Ainda não foram divulgadas informações sobre velório e sepultamento.

Biografia

Elièzer é graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB, 1986), tem mestrado (2001) e doutorado em Artes Cênicas pela universidade Federal da Bahia e pela École Nationale de Architeture de Grenoble, na França (2013).

Atuando no cinema como produtor, roteirista e diretor, ele já recebeu diversos prêmios e é conhecido nacionalmente pelas suas obras. No cinema ganhou destaque como realizador da biografia Eu Sou o Servo, o drama histórico O Sonho de Inacim, estrelado por José Wilker, Marcélia Cartaxo, José Dumont, Zezita Matos e o drama de época Beiço de Estrada, com Mayana Neiva.

Em 2019, o filme Beiço de Estrada foi selecionado para o Festival Internacional de Cinema Brasileiro, que aconteceu em Milão, na Itália.

Eliézer recebeu diversos prêmios nacionais com produções teatrais: Seca, Beiço de Estrada, O Barraco, Até Amanhã, Drops do Halley, Homens de Lua, Trinca Mas Não Quebra, Anjos de Augusto, Sinhá Flor, Como Nasce um Cabra da Peste, Adeus Mamanita, Estrelas ao Relento e Efemérico.

Comentários