Isaac Bardavid, ator e dublador, morre aos 90 anos no Rio de Janeiro

0
55

O ator e dublador Isaac Bardavid morreu nesta terça-feira (1º), aos 90 anos, devido a problemas respiratórios, no Rio de Janeiro.

A morte foi confirmada ao g1 pelo neto do ator, João Bardavid: “Ele teve complicação por causa de doença respiratória crônica e o coração dele não aguentou. Estava com um quadro pulmonar crítico, respirava muito mal, e a taxa de oxigenação estava muito baixa”.

Sua voz ficou muito conhecida ao dublar personagens como Wolverine, Freddy Krueger, Tigrão do “Usinho Pooh”, Robotnik do “Sonic” e Esqueleto do “He-man”.

O ator fez dezenas de novelas em mais de 50 anos de carreira, como “Irmãos Coragem” (Beato Zacarias), “Escrava Isaura” (Seu Chico), “O cravo e a rosa” (Felisberto), “Eterna magia” (Zequinha) e “Além do Horizonte” (Klaus).

Ele interpretou o Seu Elias Turco em episódios do “Síto do Pica-Pau Amarelo” e também participou de programas humorísticos como “Zorra Total”, “Os caras de pau”, “Cilada.com” e “Trapalhões”.

Cauã Reymond, Isaac Bardavid e Aracy Balabanian em workshop da novela ‘Eterna magia’ — Foto: Divulgação / Globo

Suas novelas mais recentes foram “Dois irmãos”, de 2017, no papel de Abbas, e “Carcereiros”, de 2021, no papel de Álvaro.

Isaac também atuou em filmes como “Os campeões” (1983), “O escaravelho do diabo” (2016) e “Histórias assombradas” (2017).

Isaac Bardavid em trabalho de dublagem — Foto: Instagram / arquivo pessoal

Família fala sobre o motivo da morte

“Ele já estava em coma induzido para não sentir dor, para não ficar desconfortável, estava entubado. O rim dele também começou a falhar, teve que fazer hemodiálise e já estava melhorando. Só que o pulmão voltou a falhar, mesmo com a entubação, a oxigenação ficou baixa demais”, contou o neto.

“O sangue ficou ácido demais (com taxa de oxigênio muito baixa) e por conta disso o coração falhou. Os médicos tentaram reanimação, mas o corpo já está muito cansado”, ele escreveu no Instagram.

“O projeto mais importante pro meu avô era o segundo livro de poesias dele. Ele morreu antes do livro ser rodado na gráfica. Está faltando escolher o título e a capa”, disse João.

Aracy Balabanian e Isaac Bardavid em ‘Eterna Magia’, de 2007 — Foto: Renato Rocha Miranda/TV Globo

Comentários