Filha de prefeito morto pela Covid se vacina aos sete anos na Paraíba

0
258

Ana Gabriele Ferreira de Lima, de apenas sete anos, não escondeu a alegria e emoção ao receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. No peito ela carregava a foto do pai, o ex-prefeito do município de Riacho de Santo Antônio, Gilson Lima, que faleceu vítima da doença.

“Papai, a vacina não doeu, o que dói é a saudade do senhor. Estou tomando a vacina por nós dois. Saudades, te amo! #GilsonLimaPresente”, dizia a homenagem feita pela menina na camisa especialmente escolhida para o dia em que se vacinou.

Gilson Lima faleceu no dia 5 de junho, após ser diagnosticado com Covid-19. Ele estava em tratamento contra a doença, mas não resistiu. Lima foi vereador por três mandatos e chegou a assumir a Presidência da Câmara de Riacho de Santo Antônio. O ex-prefeito exercia seu primeiro mandato à frente da gestão municipal.

Vacinação de crianças

Em João Pessoa, crianças de 5 anos a 11 anos sem e com comorbidades ou deficiência podem se vacinar contra a Covid-19. No ato da vacina é necessário apresentar documento oficial com foto das crianças, Cartão SUS ou CPF, e comprovante de residência em João Pessoa. Para este público, não é necessário agendamento.

Crianças de 5 a 11 anos que residem com pessoas que tenham comorbidades ou deficiência também podem se vacinar, além de crianças de 5 a 11 anos que tenham comorbidades ou deficiência. Neste caso, é necessário apresentar laudo ou declaração médica que comprovem a doença.

Comentários