‘Pivô do mensalão’, Roberto Jefferson deixa presídio e cumpre prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica

0
59
Roberto Jefferson

O ex-deputado e ex-presidente do PTB, Roberto Jefferson, que ficou conhecido por ser o pivô do mensalão no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, deixou o Complexo Prisional de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio, para cumprir prisão domiciliar.

Segundo o advogado do ex-parlamentar, Luís Gustavo Pereira da Cunha, Jefferson foi para sua casa em Comendador Levy Gasparian, na Costa Verde, na madrugada desta terça-feira (25).

“A defesa de Roberto Jefferson por ora fica satisfeita. Ele terá oportunidade de se tratar de forma adequada, estar junto com seus entes queridos, e é o primeiro passo para o fim da única prisão de um preso político no país”, diz a nota divulgada pela defesa.

A Secretária de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que Jefferson deixou o presídio já com a tornozeleira eletrônica instalada, conforme determinou o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), ao substituir a prisão preventiva pela domiciliar.

Moraes estabeleceu ainda outras medidas a serem cumpridas pelo ex-parlamentar:

  • proibição de qualquer comunicação exterior, inclusive participação nas redes sociais;
  • proibição de visitas sem autorização judicial;
  • proibição de qualquer espécie de entrevista, salvo com autorização judicial;
  • proibição de contatos com outros investigados no inquérito das milícias digitais;

Comentários