Mais mil vacinas contra Covid-19 foram encontradas fora da validade no município de Lucena

0
14

As equipes da Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB) encontraram, nesta terça-feira (18), mais de mil vacinas fora da validade no município de Lucena, no Litoral Norte da Paraíba. A informação foi dada pelo secretário Executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrammi, em entrevista a imprensa.

“Foram encontrados lotes de vacinas vencidas dentro do município. Agora as equipes do Estado, da Gerência Executiva de Vigilância, trabalham com orientação para organização para dar sequência a vacinação”, disse em entrevista a TV Arapuan, como acompanhada pelo ClickPB.

Daniel Beltrammi informou que, nesse momento, as equipes, acompanham e orientam as famílias que tiveram os filhos vacinados com vacina de adultos. Segundo disse, as crianças apresentaram quadro leves após a vacinação contra Covid-19. Há casos da aplicação de doses em crianças no dia 21 de dezembro de 2021 e 7 de janeiro deste ano.

O caso de Lucena

O escândalo veio à tona na última sexta-feira (14), quando o ClickPB trouxe, em primeira mão, a denúncia de uma mãe de que crianças haviam sido imunizadas antes da chegada da vacina pediátrica na Paraíba. Vale ressaltar que a vacina para o público infantil é da Pfizer, mas a dosagem é um terço da do adulto e o frasco tem uma tampa de cor alaranjada, diferente da outra que é roxa.

Ao se investigar, descobriu-se que as vacinas aplicadas nas crianças de 5 a 11 anos em Lucena eram de adultos e estavam com prazo de validade vencido. O caso continua tendo repercussão nacional e o Ministério Público Federal (MPF) abriu um procedimento para investigar a situação. A técnica de enfermagem que aplicou a vacina e o prefeito de Lucena, Leo Bandeira, já foram ouvidos.

Representantes da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PB), do Ministério da Saúde, da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) estão em Lucena para acompanhar o caso. No momento o processo de vacinação contra Covid-19 está suspenso temporariamentena cidade e ainda sem previsão de retorno. Os profissionais de saúde serão retreinados.

Comentários