Travesti é presa, confessa que matou motorista de aplicativo e revela que tinha um relacionamento amoroso com a vítima

0
3106

Foi presa na tarde desta quarta-feira (5), por força de um mandado de prisão preventiva, a travesti Jessy Lima, que confessou ter assassinado o motorista de aplicativo Ewerton Albuquerque Cruz Medeiros, de 25 anos. A vítima foi morta a facadas no dia 1º de janeiro.

A delegada Elizabeth Backman disse em entrevista à TV Correio que a travesti confessou que desferiu três facadas no motorista após uma discussão dentro do carro com ele.

“ A travesti disse que tinha um relacionamento amoroso com o Ewerton e quando os dois marcavam para se encontrar, sempre pedia a corrida. Desta vez, houve uma discussão entre eles, e a travesti desferiu três golpes de faca e só soube que a vítima tinha morrido pela imprensa. Nada foi roubado do motorista”, falou a delegada.

Ferido, Ewerton ainda chegou a revelar a autoria do crime. Ele não resistiu e morreu no Hospital de Trauma de CG.

Comentários