Após 13 horas de julgamento, justiça absolve nove policiais acusados de homicídio na PB

0
24

O Tribunal do Júri de João Pessoa, após 13 horas de julgamento, absolveu os nove policiais militares acusados de sequestrarem, torturarem, assassinarem e ocultado os cadáveres de Givaldo José Bezerra, conhecido como Júnior de Sapé, e Alex de Oliveira Freitas. O fato ocorreu em agosto de 2009.

Os jurados, por maioria, acolheram a tese defensiva de que os policiais não foram responsáveis pelos crimes e absolveram todos os policiais militares.

Segundo o advogado Aécio Farias, “a absolvição pelo soberano Tribunal do Juri que disse que os crimes não teriam ocorrido só demonstra que esses policiais foram perseguidos durante 12 anos. Felizmente a justiça foi feita.”

Comentários