Governo celebra cumprimento de meta do Programa Opera Paraíba e zera fila de cirurgias eletivas no estado

0
23

O Governo do Estado zerou a fila de pacientes com cirurgias eletivas, cumprindo com a meta estabelecida desde 2019 quando a gestão lançou o Programa Opera Paraíba. De acordo com o governador João Azevêdo, mais de 12.400 cirurgias foram realizadas desde o início do programa, que deve ser mantido. A solenidade ocorreu no Palácio da Redenção na manhã desta quinta-feira (9).

“A solenidade é para marcar o ponto em que nós atingimos a meta inicial de outubro de 2019 quando lançamos o programa Opera Paraíba e que nós tínhamos identificado um pouco mais de 12 mil pessoas esperando numa fila para cirurgias eletivas. A gente tinha o objetivo de, em dois anos, zerar essa fila. E o que estamos celebrando hoje é essa conquista de que, mesmo com a pandemia, cumprimos a meta e realizamos mais de 12.400 cirurgias. Logicamente, que esse programa passa a ser permanente dentro do governo. A Paraíba não terá mais a fila da vergonha”, disse.

“Nós vamos dar continuidade ao programa para as pessoas que precisem realizar cirurgias em curto espaço de tempo. Esse programa atuou em diversos hospitais da rede pública, fazendo com que nós tivéssemos mutirões nos finais de semana, além de que agora no Hospital de Clínicas de Campina Grande temos três salas de cirurgias dedicadas a isso para que essa fila não aconteça nunca mais na Paraíba”, acrescentou.

O Opera Paraíba foi retomado no último mês de agosto, após a diminuição das internações causadas pela covid-19. As especialidades oferecidas são de cirurgia geral, ginecológica, urológica, oftalmológica e da otorrinolaringologia. Além do público adulto, o programa também passou a contemplar crianças e adolescentes.

Comentários