Idoso é preso por engano em João Pessoa por crime cometido em Alagoas

0
21

Um idoso de 64 anos, morador de João Pessoa, foi preso por engano na última terça-feira (19) por um homicídio cometido no estado de Alagoas. Ricardo José Santos da Silva não tem antecedentes criminais, mas teve o nome registrado em um mandado de prisão, que deveria ter sido expedido em nome de José Ricardo da Silva Santos, suspeito do crime.

De acordo com a Polícia Civil da Paraíba, o erro foi cometido pela Justiça de Alagoas, através de uma falha de digitação por parte de quem emitiu o documento. A história foi descoberta pela família do idoso, que, em contato com autoridades de Alagoas, entendeu de que forma aconteceu a irregularidade.

Os familiares contam que foram surpreendidos na manhã de terça (19) com a chegada da polícia alegando ter um mandado de prisão por um homicídio que aconteceu em 2019. Desde então, através da intermediação de um advogado, tentam que o erro seja corrigido.

A Justiça alagoana reconheceu a falha e emitiu um alvará de soltura em nome de Ricardo José Santos da Silva. Na tarde desta quinta-feira (21) o advogado do homem preso injustamente entrou, ainda, com um pedido de habeas corpus.

No entanto, a Justiça da Paraíba ainda não autorizou a soltura do idoso, e ele pode dormir pela terceira noite seguida na carceragem da Central de Polícia Civil de João Pessoa.

Comentários