Empresária que matou assaltante na PB agiu em legítima defesa, diz delegado

0
482

O delegado Glauber Fontes, da Polícia Civil de Campina Grande, revelou que a empresária que matou o assaltante ontem (19) ao ter a loja invadida agiu em legítima defesa. “Ela permaneceu no local, chamou a polícia e a trouxemos para a Central de Polícia para procedimentos de praxes. Entretanto, vale salientar que ela agiu em legítima defesa. A ouvimos e, logo em seguida, foi liberada”, disse o delegado.

Ainda conforme o policial, o assaltante morto tinha uma longa ficha criminal por assaltos e já tinha sido alvo de uma tentativa de homicídio em Santa Rita. O criminoso morto, segundo o delegado, tinha deixado o presídio há 30 dias.

Segundo o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Damasceno, dois suspeitos chegaram ao local em uma moto, e um deles foi em direção a uma loja de roupas para cometer um assalto.

A proprietária do estabelecimento, uma mulher de 50 anos, conseguiu pegar a arma do suspeito, que ainda tentou recuperá-la em luta corporal, mas foi atingido com um disparo e morreu na hora.

Ainda segundo o comandante, o outro suspeito estava na motocicleta esperando o fim da ação, mas ao ouvir o barulho do disparo de dentro da loja, fugiu.

Comentários