Mutirão de consultas com mastologistas e mamografias acontece neste sábado no Hospital Santa Isabel em João Pessoa

0
22

Neste sábado (16), acontece o mega-mutirão que vai garantir consultas com mastologistas e mamografias para 500 mulheres, em 12 consultórios, no Hospital Santa Isabel, em João Pessoa. Segundo a organização, a distribuição de fichas começa a partir das 7h e o atendimento segue até às 17h, onde as pacientes passarão por avaliação médica, exames clínicos e solicitação de exames.

Três tendas serão montadas no pátio do hospital, uma para distribuição das fichas, outra para preenchimento das fichas com dados gerais das mulheres que serão atendidas e uma terceira, de acolhimento, onde haverá distribuição de lanches, brindes e educação em saúde, envolvendo uma conversa sobre mitos e verdades sobre o câncer de mama.

É importante que todas levem cópias e originais dos seguintes documentos: Cartão do SUS de João Pessoa, RG, CPF e comprovante residencial atualizado.

Ao passarem pelos consultórios, as mulheres que apresentarem lesões graves e aparentes serão encaminhadas, imediatamente, para a realização da mamografia, que será feita na mesma hora, na carreta do Sesc, estacionada no pátio do Hospital Santa Isabel. A presença da carreta é resultado de uma parceria entre o Sesc e a Prefeitura de João Pessoa.

Mamografias para todas – Já as mulheres que não necessitarem de exames na hora, todas vão sair das consultas com o agendamento da mamografia garantido e que será realizado de forma rápida e por profissionais especializados e qualificados. O agendamento da mamografia de rastreamento será feito pelo Hospital Santa Isabel, que vai informar a usuária da data e hora do exame, que será realizado em uma unidade da rede de saúde municipal.

A realização do Dia D Tudo Rosa faz parte das atividades referentes ao Outubro Rosa, mês da conscientização sobre a importância da prevenção no combate ao câncer de mama.

“O Outubro Rosa traz esse olhar para o câncer de mama, mas a gente sabe que esse olhar deve se prolongar, deve se perpetuar, porque todos os meses há diagnósticos de câncer de mama, todos os meses há mulheres necessitando desse acesso, ao diagnóstico precoce, aumentando as chances de cura”, ressalta a médica Joana Marisa de Barros, coordenadora da Área Técnica de Saúde da Mulher, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Ela lembra que ainda se perde muitas mulheres para o câncer, mesmo já existindo ferramentas que possibilitem vencer essa batalha.

Comentários