Pastor é preso suspeito de estuprar criança de 11 anos na Paraíba

0
376

Um homem, de 34 anos, foi preso suspeito de ter estuprado uma menina de 11 anos na Paraíba. A prisão aconteceu nesta quinta-feira (16) no município de Lagoa Seca, na região metropolitana de Campina Grande, no Agreste.

De acordo com as investigações, o suspeito chegou à Paraíba no ano passado se dizendo pastor evangélico. À família da vítima, ele teria afirmado ter tido uma ‘visão de Deus’ para evangelizar na cidade. Sem moradia, a família teria acolhido o homem na residência.

“Ele entrou na confiança da família e da comunidade em geral; e ganhando da confiança dessa família, começou a auxiliar em atividades de escola das filhas desse casal e daí teve um contato mais próximo com essas meninas”, afirmou a delegada Ellen Maria.

“Posteriormente, o pai [das meninas] recebeu um telefonema de fora de uma pessoa que se disse parente desse homem, dando conta de que ele estava fugido do Rio Grande do Norte porque tinha abusado de uma criança. Então isso acendeu um alerta enorme. Imediatamente esse homem foi colocado para fora dessa casa, pela gravidade do fato informado. A partir daí passou a se prestar atenção no que poderia ter acontecido”, afirmou a delegada.

Após ter saído da casa da família, o homem teria mantido o contato com a menina de 11 anos. “Inclusive, teria mandado um celular para ela”, disse a delegada, que afirmou que o suspeito pedia fotos íntimas da criança.

Conforme a polícia, a família da vítima descobriu o abuso e informou que o homem teria ameaçado a criança para que ela não contasse o que teria acontecido.

Foram apreendidos notebook, pendrive e celular do suspeito. “Todos esses materiais vão ser encaminhados para a perícia, uma vez que podem conter material de pedofilia  e pornografia infantil”, informou a delegada.

O homem está detido na carceragem da Central de Polícia e deve por audiência de custódia nesta sexta-feira (17).

Comentários