Funcionário de circo é suspeito de estuprar garota de 14 anos, em Campina Grande

0
85

Um funcionário de um circo itinerante é suspeito de ter estuprado uma adolescente de 14 anos, com deficiência intelectual. De acordo com a Polícia Civil, a adolescente mora no bairro Vila Cabral e teria saído na sexta-feira (20) para ir ao circo, mas voltou chorando e suja de terra.

Ao ser questionada sobre o que aconteceu, a garota afirmou que havia sido estuprada e apontou o suposto funcionário do circo como o autor do crime. A família procurou a polícia para registrar boletim de ocorrência e o homem não foi localizado desde então.

O dono do circo afirmou que o homem não teria vínculo empregatício, apenas teria sido contratado, de maneira informal, para prestar serviços enquanto a companhia estivesse na localidade.

A vítima foi encaminhada para o Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA), onde realizou exames que comprovaram o abuso sexual. Ela também recebeu atendimento médico e psicológico. A Polícia Civil investiga o crime e procura o suspeito.

Comentários