Romero Rodrigues nega participação em lista

0
9

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), em entrevista concedida na tarde desta quarta-feira (23), negou qualquer tipo de envolvimento na lista de políticos que teriam recebido propina por parte da construtora Odebrecht.

Segundo documentos relevados pelo juiz Sérgio Moro, mais de 200 políticos de várias partes do Brasil estão envolvidos no escândalo de corrupção, deflagrado na 23° etapa da Operação Lava Jato. Dentre eles, está também o ex-senador Cícero Lucena que negou veementemente as acusações.

Romero, que se mostrou também indignado com a informação, classificou o episodio como “improcedente”. “Não tem sentido esta informação. Em 2014 eu sequer era candidato”, disse.

Segundo o prefeito, quem conhece a sua conduta sabe que ele jamais faria parte de atividades desse tipo. “Isso é absurdo, surreal, sem a menor procedência. Quem me conhece sabe perfeitamente de minha postura, que não sou afeito a este tipo de conduta”, afirmou.

O prefeito disse ainda que não existe em Campina Grande nenhuma obra da Odebrecht, “portanto, nada que justificasse o pagamento de propina”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome