25/05/2015 às 19h52
Votação apertada

UFCG diz não à greve

Por uma diferença de apenas quatro votos os professores da Universidade Federal de Campina Grande decidiram não aderir à greve nacional por tempo indeterminado da categoria. A decisão foi tomada por 178 votos a 174 em votações realizadas nos campi de Campina Grande, Sumé, Cuité e Pombal.

Apesar de não participar da greve, os professores participarão da paralisação nacional convocada pelas centrais sindicais contra a PL da terceirização e as MPs 664 e 665.

Comentários

Recomendado para você