21/05/2015 às 20h25
Suspeita

Vereadores acionam MP contra contrato de R$ 25 milhões para lixo em Cabedelo

O vereador Fernando Sobrinho reclamou hoje da contratação da empresa Light Engenharia, para a realização do serviço de coleta de resíduos sólidos do município de Cabedelo. O valor estipulado para o pagamento anual é de R$ 25 milhões. O vereador Fernando Sobrinho, de oposição ao prefeito Leto Viana, adiantou que há suspeições sobre o processo:

“Essa empresa foi colocada no início da gestão do prefeito para substituir a Marquise. Ela foi contratada num regime de urgência e já deveria ter passado por licitação desde o ano passado. Ela ganhou o processo agora com um valor exorbitante. Há rumores de que ela tenha recebido a menos no início para ser compensada agora. Fica a dúvida. Vamos dar entrada em ação no Ministério Público para averiguar essa operação. É uma vergonha que Cabedelo só apareça no noticiário de forma negativa!”.

Segundo o parlamentar, a Marquise cobrava R$ 800 mil mensais, mas deixou o serviço porque o prefeito não honrou os pagamentos à empresa. Quem substituiu foi a Light, recebendo metade do que era devido à Marquise. Agora, o preço da coleta, pela licitação, supera os R$ 2 milhões mensais.

Comentários

Recomendado para você