07/01/2016 às 08h32
whatsapp

Juíza nega ter apontado arma para eleitor em Bayeux

Um vídeo com imagens de uma mulher apontando uma arma, provavelmente um revólver, em direção a um eleitor no Fórum de Bayeux, no bairro de São Bento, vem circulando desde ontem no WhatsApp e foi repassado também aoParlamentoPB. Nas imagens, a mulher, que tem sido identificada pelos internautas como sendo a juíza eleitoral Conceição Marsicano, adverte o rapaz, que está sendo dominado por outro, e chama agentes de segurança para levarem-no do prédio, enquanto ele grita que não é vagabundo.

Também nas redes sociais, comenta-se que o tumulto foi formado porque o rapaz teria se recusado a tirar o capacete ao entrar no prédio na última segunda-feira, 4.

O ParlamentoPB entrou em contato com a magistrada por telefone e ela disse desconhecer o fato. “Não tomei conhecimento disso. Eu não tenho arma, não empunhei arma. Estou trabalhando no fórum antigo no atendimento aos eleitores e isso não foi comigo e nem chegou ao meu conhecimento. Na segunda-feira, nem expediente teve”, declarou. A juíza viu o vídeo mas disse não ter reconhecido quem está com a arma: “A qualidade do vídeo não é boa”, justificou.

Comentários

Recomendado para você