21/05/2015 às 16h06

Frente parlamentar quer mais participação do Exército no combate aos efeitos da seca

A Frente Parlamentar da Água da ALPB vai pedir autorização para o Ministério da Integração para que o Exército possa atuar com a operação carro-pipa também nas zonas urbanas das cidades paraibanas em estado de emergência, enfrentando racionamento de água ou colapso.

Atualmente o Comando Militar só pode atuar nas zonas rurais de 167 municípios paraibanos, com mais de mil pipeiros contratados, atendendo mais de 400 mil paraibanos. O custo dessa operação é de R$ 12 milhões por mês. Segundo o general Manoel Luiz Narvaz Pafiadache, comandante militar do Nordeste, a ampliação é possível. “Basta a autorização do Ministério e a liberação dos recursos”, complementou.

Comentários

Recomendado para você