17/11/2015 às 16h27
APERTADO

Vinda de Bolsonaro a CMJP é aprovada e vereadores criticam

A vinda do deputado federal Jair Bolsonaro (PP) para a Capital gerou polêmica na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). O primeiro que se pronunciou contra a propositura da vereadora Eliza Virgínia (PSDB) foi o vereador Fuba (PT): “uma pessoa fundamentalista e preconceituosa como Bolsonaro não pode sujar as dependências desta Casa”, destacou o petista.

Em seu discurso, Fuba citou algumas frases proferidas pelo deputado federal, e logo em seguida justificou seu voto contrário ao Requerimento pedindo a visita do político à CMJP, que foi aprovado por doze votos.

“Tenho aqui apenas dez das inúmeras frases absurdas ditas por este parlamentar: O erro da ditadura foi torturar e não matar; Pinochet devia ter matado mais gente; Seria incapaz de amar um filho homossexual; Prefiro que um filho meu morra num acidente do que apareça com um bigodudo por aí; Não vou combater e nem discriminar, mas, se eu vir dois homens se beijando, vou bater; Mulher deve ganhar salário menor porque engravida”, lembrou Fuba.

“Aqui está o homem que vamos receber nesta Casa, na Casa do povo, na Casa que defende a democracia e não a ditadura, que defende a vida e o fim do preconceito. Me sinto envergonhado e revoltado com a postura de alguns colegas, inclusive das mulheres, afinal, Bolsonaro já demonstrou inúmeras vezes o que ele acha das mulheres, sempre colocando-as em um lugar inferior na sociedade”, destacou o parlamentar.

A postura do vereador Fuba foi acompanhada por outros parlamentares, que enfatizaram ainda que esta será uma oportunidade para o deputado federal fazer sua campanha antecipada para as Eleições de 2018.

Comentários