PT/PB pede rapidez na investigação do assassinato do professor Carlos Henrique

0
1

O Partido dos Trabalhadores da Paraíba emitiu uma Nota de Pesar sobre o assassinato do militante histórico, ativista do Movimento Negro e professor, Carlos Henrique, ocorrido na noite desta terça-feira, 10, em Cabedelo.

Na nota, a Direção Estadual do PT pede rapidez na investigação do crime, e que os culpados sejam punidos de acordo com a lei.

Nota de Pesar

O Partido dos Trabalhadores da Paraíba, através desta Nota de Pesar, lamenta e presta solidariedade à família do companheiro Carlos Henrique da Silva, assassinado na madrugada desta terça-feira, 10, no bairro de Camalaú (Cabedelo).

Militante histórico do PT, Carlos Henrique filiou-se ainda na década de 80, integrando o Coletivo Negro do partido e a Secretaria Estadual de Combate ao Racismo. Era ativista do Movimento Negro, contribuindo com o governo do presidente Lula na criação, e consolidação, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir).

Respeitado no Movimento Negro, foi fundador da Ong Malungos, e atualmente, entre as suas atividades, atuava como professor voluntário da Escola Estadual Imaculada Conceição, localizado na cidade de Cabedelo.

A Direção do PT Estadual e a sua militância solicitam da Polícia Civil rapidez na investigação do assassinato do companheiro Carlos Henrique. Que os culpados sejam punidos pelo crime que cometeram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome