11/11/2015 às 10h43
PESAR

PT/PB pede rapidez na investigação do assassinato do professor Carlos Henrique

O Partido dos Trabalhadores da Paraíba emitiu uma Nota de Pesar sobre o assassinato do militante histórico, ativista do Movimento Negro e professor, Carlos Henrique, ocorrido na noite desta terça-feira, 10, em Cabedelo.

Na nota, a Direção Estadual do PT pede rapidez na investigação do crime, e que os culpados sejam punidos de acordo com a lei.

Nota de Pesar

O Partido dos Trabalhadores da Paraíba, através desta Nota de Pesar, lamenta e presta solidariedade à família do companheiro Carlos Henrique da Silva, assassinado na madrugada desta terça-feira, 10, no bairro de Camalaú (Cabedelo).

Militante histórico do PT, Carlos Henrique filiou-se ainda na década de 80, integrando o Coletivo Negro do partido e a Secretaria Estadual de Combate ao Racismo. Era ativista do Movimento Negro, contribuindo com o governo do presidente Lula na criação, e consolidação, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir).

Respeitado no Movimento Negro, foi fundador da Ong Malungos, e atualmente, entre as suas atividades, atuava como professor voluntário da Escola Estadual Imaculada Conceição, localizado na cidade de Cabedelo.

A Direção do PT Estadual e a sua militância solicitam da Polícia Civil rapidez na investigação do assassinato do companheiro Carlos Henrique. Que os culpados sejam punidos pelo crime que cometeram.

Comentários

Recomendado para você