13/05/2015 às 14h35
Operação Mercado Negro

Fiscais da Receita Estadual são presos suspeitos de pedir propinas

Dois fiscais da Receita Estadual foram presos suspeitos de corrupção na operação “Mercado Negro”, conduzida pelo Ministério Público da Paraíba.

No esquema identificado pelo Gaeco, os fiscais Antonio Firmo, que está no Fisco desde 1979 e Edvalter Vilarinho, que trabalha desde 1994 na entidade pediam propinas para os empresários para evitar fiscalizações que poderiam apontar irregularidades nas empresas.

Essas propinas podem chegar ao valor de mais de R$ 200 mil.

As empresas que eles fiscalizaram nos últimos cinco anos serão alvo de refiscalização por parte da Receita Estadual. Serão entre 60 e 80 empresas paraibanas que terão de passar novamente pelo crivo da instituição.

Comentários

Recomendado para você