28/10/2015 às 14h35
SEM MAQUIAGEM

Governador manda recado para Cartaxo: “Tem que trabalhar de verdade”

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), alfinetou o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), afirmando que o gestor maquia obras e apontou que as justificativas para a saída do PT para o PSD, culpando a ‘influência do PSB’ é ‘bobagem’.

Em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação, nesta quarta-feira (28), o governador afirmou que ‘tem mais coisas a fazer, inclusive trabalhar, sem maquiagem’, ao ser questionado sobre uma antecipação de eleições com as plenárias.

“Não se pode fazer política na maquiagem. Não consigo uma cidade, capital do Estado como João Pessoa passar três anos e fazer três obras. É lamentável. E determinados meios de comunicação tentam dar a essas obras uma epopeia como se fossem três grandes pirâmides na época dos faraós”, disse.

Contudo, para Coutinho, o povo sofre muito e lamenta. “O recado que dou é que tem que trabalhar, mas de verdade, não propaganda paga em veículo de comunicação”, bateu.

Questionado sobre as declarações de Cartaxo apontando que a saída do PT aconteceu devido à influência do PSB, o governador taxou de ‘bobagem’. “Está tentando justificar o injustificável. Um político que não tem coragem de fazer crítica a alguém, pula fora do barco e depois fica sem ter explicação para isso aí tenta na base do absurdo porque um partido como o PT subordinado ao PT é uma bobagem tão grande que não se sustenta em nenhum dicionário da política”, reclamou.

Já sobre ter sido taxado de burocrata pelo prefeito, Coutinho destacou que ‘talvez seja’, porém é um burocrata eficiente e produtivo e que a cidade de João Pessoa o conhece desde os Funcionários II ao Gervásio Maia e qualquer outro canto “diferente dele (Cartaxo)”.

Sobre as alianças, o governador afirmou que irá conversar com todos os partidos que forem possíveis e concordarem com a nova forma de governar. As informações foram repercutidas no Paraiba.com.

Comentários