19/05/2015 às 15h36
Jogou duro

Presidente da Assembleia cobra políticas federais urgentes contra a seca

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Adriano Galdino (PSB), fez hoje um discurso forte cobrando políticas urgentes e efetivas do governo federal para o socorro aos efeitos da seca no Estado. O socialista destacou que a União precisa parar de olhar para a Paraíba como “coitadinha” e admitir as responsabilidades referentes aos danos causados pelos problemas climáticos.

“Para se ter uma ideia, o açude Boqueirão, na minha querida Campina Grande, está apenas com 19,1% da sua capacidade total. A cidade, vai ter que aumentar ainda mais o racionamento para não ficar sem água de vez! Estamos falando de uma população de mais de 400 mil habitantes, que padece com a falta dágua. É uma situação de emergência, que precisa ser tratada com o devido respeito. No nosso Estado são 812 mil pessoas sofrendo com a seca”, disse Galdino.

Ele ainda salientou que o povo paraibano está cansado de tantas promessas em quatro anos de seca rigorosa e conclamou os demais políticos do Estado para levar esse debate para além de questões eleitorais ou picuinhas políticas: “A Paraíba precisa é de água em seus reservatórios”.

Comentários