21/10/2015 às 20h04
OPORTUNIDADES

Construção movimenta R$ 2,5 bilhões e emprega 38 mil na PB

A indústria da construção da Paraíba movimentou mais de R$ 2,517 bilhões nas incorporações, obras e serviços na passagem de 2012 para 2013, segundo informou a Pesquisa Anual da Indústria da construção (PAIC), divulgada nesta quarta-feira (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O setor mais dinâmico da economia dos últimos anos representa 5,7% do PIB da Paraíba.

O número de pessoal ocupado no setor entre as empresas com pelo menos 5 ocupados somou 38,204 mil trabalhadores em 2013, alta de 3,8% sobre o ano passado, enquanto o número de empresas ativas apresentou alta de 5,2% em relação a 2012, passando de 955, em 2012, para 1.005, em 2013.

De acordo com a pesquisa, no período de 2007 a 2013, a indústria do setor registrou fortes expansões de novos trabalhadores e de empresas na indústria da construção da Paraíba. A ocupação no setor nesse período quase triplicou no período, subindo de 13.491 para 38.204 empregos, em 2013, o que representa uma expansão de 183%.

O número de empresas que entraram no mercado da indústria da construção regada de crédito mais facilitado e de obras ampliou 164% em sete anos, passando de 381, em 2007, para 1.005, em 2013. A Paraíba tem o quarto maior número de empresas ativas da construção em 2013, atrás apenas dos três maiores Estados (Bahia, Pernambuco e Ceará).

O custo das empresas da construção com as obras em 2013 (R$ 913 milhões) representou mais de 36% do total da receita (R$ 2,5 bilhões), enquanto os gastos com salários, retiradas e outras remunerações dos 38,2 mil trabalhadores representaram R$ 505,7 milhões.

No país, a indústria da construção fechou o ano de 2013 com crescimento de 3,7%, em comparação a 2012, em incorporações, obras e serviços realizados pelas empresas do setor. O resultado foi influenciado pela ampla oferta de crédito imobiliário e por obras decorrentes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV). Também influiu no resultado a execução de obras preparatórias para a Copa do Mundo 2014. As obras totalizaram investimentos de R$ 357,7 bilhões. A pesquisa engloba informações sobre emprego, salários, custos e valor de projetos a cargo das empresas de construção.

Comentários