20/10/2015 às 08h48
PARADO

MP-Procon realiza audiência sobre a greve dos bancários

O Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (MP-Procon) realizou, na tarde desta segunda-feira (19), reunião com representantes do Bancos do Brasil, Santander, Caixa Econômica,  Nordeste, Itaú Unibanco, Bradesco, Sindicato dos Bancários e dos Procons de João Pessoa, Cabedelo, Patos e da Assembleia Legislativa para buscar soluções com relação à greve dos bancários que começou no último dia 6.

Durante a reunião, o diretor-geral do MP-Procon, Glauberto Bezerra manifestou a preocupação com a segurança dos consumidores e explicou que o órgão está recebendo diversas reclamações com relação a depósitos bancários relatando que alguns comerciantes não estão podendo realizar essa ação gerando  insegurança pública e humana para os consumidores “O direito a greve é fundamental, mas temos que zelar pelo direito humano do consumidor, evidentemente que, do ponto de vista econômico, o consumidor fica prejudicado, portanto queremos proteger o consumidor dentro do contexto geral e temos que ter uma solução para não trazer prejuízo à sociedade”, disse.

O promotor questionou ainda às instituições quanto ao pagamento de servidores públicos em outubro e requisitou dos presentes a apresentação de um plano de contingência designando uma audiência para o próximo dia 27, no mesmo horário para tratar desse problema.

Os representantes informaram, durante a reunião, que a maior parte da população vem sendo atendida e alegam que os depósitos bancários não estão sendo processados por falta de pessoal, mas que os caixas eletrônicos e via internet estão disponíveis para população.

Já o presidente dos sindicatos dos bancários, Marcos Henriques, fez suas considerações sobre o direito de greve e informou que ela tem ocorrido de maneria tranquila “A maioria dos problemas dos consumidores tem sido resolvidos através dos Procons com diálogo acerca do pós-greve com a dilação do prazo para os pagamentos e compensações”, disse.

Comentários