13/10/2015 às 11h24
JP

Diretor do Trauma denuncia “sabotagem” da equipe do Samu

O médico Edvan Benevides, diretor técnico do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, utilizou as redes sociais nesta segunda-feira (12) para denunciar “a má fé” adotada por alguns integrantes do Samu, visando desgastar a imagem da unidade hospitalar perante à opinião pública.

Em seu perfil no Facebook, Edvan contou que desde ontem ambulâncias do Samu, serviço regulado pela Prefeitura de João Pessoa, estão estacionadas no pátio do Trauma apenas com o objetivo de passar a impressão de que o hospital está superlotado.

“Quero novamente registrar meu protesto e denunciar à sociedade paraibana a má fé de alguns que compõem o Samu. Ontem à noite (11), por volta das 22h, estive no Trauma JP e presenciei algo que causa revolta. Zero macas do Samu retidas no Trauma de JP. Ainda assim várias viaturas estacionadas com equipes literalmente batendo papo na porta do hospital”, postou o médico.

“Feito contato com coordenação do Samu para que orientassem as equipes a retornarem as bases do Samu e nada resolvido. Agora (12), 13h44, novamente ocorre a ‘estratégia’. Zero macas do Samu retidas no Hospital de Trauma e ambulâncias no estacionamento. No nosso entendimento, essa ‘estratégia’ visa a ‘fotografia’ e ‘filmagem’ para literalmente confundir e enganar a sociedade”, completou.

O médico conclui seu desabafo anunciando que vai acionar as autoridades competentes para relatar o fato. “Peço que compartilhem meu protesto. Amanhã (13), estarei protocolando nas instâncias legais o uso de um equipamento público de tamanha importância por má fé visando as barganhas não muito republicanas e soberanas”.

Postagem Edvan

Comentários