MPPB e TCE recebem denúncia contra prefeito de Soledade por crimes na administração pública

0
100

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) devem investigar o prefeito de Soledade Geraldo Moura Ramos (PP) por supostas irregularidades cometidas na sua gestão contra a administração pública.

Uma notícia crime foi protocolada na Procuradoria Geral de Justiça onde uma farta documentação aponta atos praticados pelo gestor que comanda a Prefeitura Municipal de Soledade. Entre as irregularidades apontadas estão problemas no concurso público e desvio de função, desvio de combustíveis ou lavagem de dinheiro; uso de dinheiro público para gasto com propaganda na rádio Caruá FM (90.1), que está em nome da primeira dama, Janaína Barros; uso indevido de veículos modelo Ranger, destinados à saúde.propina instituída no transporte escolar durante o ano de 2017; utilização de servidores contratados e comissionados para fins pessoais, dentre outros absurdos cometidos pelo chefe do executivo.

Na notícia crime, documentos mostram um gasto de R$ 32.099,53, onde a Prefeitura pagou à empresa HRCR SERVIÇOS EIRELI, da cidade de Afogados de Ingazeira – PE, pelos serviços de dedetização na unidade hospitalar de Soledade, em 6 de setembro de 2018.

Ainda segundo a denúncia, o Hospital de Soledade – que tem mais ou menos 1/5 da estrutura física do Instituto Elpídio de Almeida (ISEA), de Campina Grande – mas, a Prefeitura empenhou R$ 8 mil para dedetizar este centro de saúde que é considerado um dos maiores do Nordeste.

A Câmara Municipal de Soledade também será notificada para que os vereadores possam investigar também no âmbito do município.

 

Comentários