João Azevêdo anuncia VLT e Centro de Convenções para Campina Grande

0
145

O governador João Azevêdo (PSB) anunciou, nesta quinta-feira (7), que as promessas de campanha já estão sendo trabalhadas para a sua concretização. Ele anunciou, hoje, a implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e um Centro de Convenções para Campina Grande, que é a segunda maior do estado e concentra o terceiro maior PIB da economia local.

Segundo o socialista, o VLT e um Centro de Convenções para a Rainha da Borborema são obras que deverão ser iniciadas em 2020. “Sobre o VLT, já estamos mantendo contato com Ministério para que haja a concessão do primeiro trecho para que a gente possa trabalhar. Já tive acesso a um projeto que foi elaborado na época do então prefeito Veneziano Vital e estamos trabalhando nessa direção. Da mesma forma estamos trabalhando nos projetos de arquitetura e nos projetos complementares do Centro de Convenções. Provavelmente, no próximo ano, já estaremos em condições de começar a lançar licitação para essas obras”, assegurou.

As declarações foram feitas, em Campina Grande, durante visita às obras do Eixo das Nações, considerada uma das principais obras de mobilidade urbana do estado. “Campina Grande carecia muito desse anel e vai facilitar muito, principalmente para quem vem do Brejo, passar sem ter que enfrentar o trânsito da cidade que causa transtornos para todo mundo. Com essa obra de R$ 5 milhões o Governo do Estado resolve de forma definitiva uma questão de mobilidade”, destacou.

O governador João Azevêdo visitou, nesta quinta-feira (7), às 11h, as obras do Eixo das Nações. O Governo do Estado está investindo mais de R$ 2,3 milhões nesta primeira etapa das obras, que consistem nos serviços de terraplanagem, pavimentação, drenagem, sinalização e iluminação de ruas. No total, serão investidos R$ 5 milhões (duas etapas) nas intervenções que vão interligar pontos extremos da Rainha da Borborema, e que vão desafogar o trânsito do centro da cidade.

Quando concluída, as pessoas que desejarem se deslocar até as universidades (UEPB ou UFCG), por exemplo, não terão mais de passar pelo centro da cidade, porque poderão utilizar a via expressa. Na primeira etapa estão sendo contempladas as Ruas Frei Damião Bozano, Vereador Benedito Mota, Maestro Nelson Ferreira e Antônio Alves Lima. A segunda etapa vai contemplar da Rua XV de Novembro até a Rua Sem Nome, no Bairro do Araxá.

Segundo o gestor, a perspectiva é de que a primeira etapa seja inaugurada dentro de um prazo de 120 dias.

Com click PB

Comentários