Leto Viana e vereadores presos na Operação Xeque-Mate são transferidos para o quartel do 1º BPM

0
82

O ex-prefeito de Cabedelo, Leto Viana, e outros envolvidos na Operação Xeque-Mate, que se encontravam presos no 4º Batalhão da Polícia Militar (4ºBPM), em Cabedelo, foram transferidos para o quartel do 1º Batalhão da Polícia Militar, no Centro de João Pessoa.

Apenas a vereadora afastada Jaqueline Monteiro França, esposa de Leto Viana, permaneceu no 4º BPM.

Foram presos na Operação Xeque-Mate o ex-prefeito Leto Viana, Jaqueline Monteiro, Lúcio José, Marcos Antônio Silva dos Santos, Inaldo Figueiredo da Silva, Tércio de Figueiredo Dornelas Filho, Antônio Bezerra do Vale Filho e Adeildo Bezerra Duarte.

Júnior Datele está respondendo em liberdade e Leila Viana em prisão domiciliar.

Operação Xeque Mate – A Operação Xeque Mate foi deflagrada no dia 3 de abril deste ano, numa ação realizada pela Polícia Federal em conjunto com o Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público estadual, em cumprimento aos mandados autorizados pelo desembargador João Benedito da Silva.

A operação revelou o esquema de fraude envolvendo o Executivo e o Legislativo, além de empresários e jornalista na cidade.

Comentários