Prefeitura de Alhandra inicia cadastramento do programa social ‘Mais Renda’ e beneficiará mil famílias carentes

0
64

O prefeito de Alhandra Renato Mendes (DEM) anunciou nesta terça-feira (02), o inicio do cadastramento para o maior programa de distribuição de renda da história do município, o ‘Mais Renda’, com o objetivo, segundo o Governo Municipal, de promover a inclusão social de famílias extremamente carentes e que estão em risco ou vulnerabilidade social.

“Depois de todas as etapas burocráticas vencidas, é com muito prazer que, anunciamos neste início de ano, a partir do dia 07 de janeiro, o cadastramento do maior programa de distribuição de renda da história do nosso município para os que mais precisam, o Mais Renda, que será implantado através da secretaria de Bem Estar Social”, informou Renato Mendes.

O cadastro será realizado a partir da próxima segunda-feira (07), das 08h às 13h, no Ginásio da escola Zélia Correia do Ó. Os interessados em se cadastrarem, devem comparecer munidos dos seguintes documentos: cópias do RG, CPF e comprovante de residência, declaração de tempo de acompanhamento da UBS (Unidade Básica de Saúde), além do NIS atualizado.

As famílias irão receber um atendimento multidisciplinar que engloba saúde, educação, qualificação profissional e o cartão “Mais Renda”, cujos valores serão depositados mensalmente, ficando a critério do Poder Executivo autorizar o aumento do número de beneficiários, conforme disponibilidade orçamentária.

Inicialmente o programa ‘Mais Renda’ será implantado para beneficiar cerca de mil famílias carentes da cidade e terá características de um Bolsa Família onde as pessoas que terão a oportunidade de se cadastrarem devem estar inseridas na lista de espera do programa do Governo Federal ou no cadastro único para programas sociais (Cadúnico), serem atendidas ou acompanhadas pelos equipamentos públicos municipais de Assistência Social, residirem no município há pelo menos um ano, dentre outros itens exigidos pela Lei Municipal encaminhada pelo executivo e aprovada pelo poder legislativo alhandrense.

Comentários