Em Brasília, secretário da Agropecuária da Paraíba coordena reunião com a futura ministra da Agricultura do governo Bolsonaro

0
24

O secretário da Agropecuária da Paraíba, Rômulo Montenegro, que preside o Conselho Nacional de Secretários de Agricultura ( Conseagri), coordenou uma reunião em Brasília entre a presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária e ministra da Agricultura escolhida pelo presidente Jair Bolsonaro, deputada federal Teresa Cristina, e dez secretários estaduais.

O encontro aconteceu nesta quinta-feira (5) e na pauta da reunião assuntos relacionados a assistência técnica, pesquisa, defesa agropecuária, irrigação, agricultura familiar e outros assuntos correlatos a pasta. Estiveram representados secretários do Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Bahia, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo.

O presidente do Conseagri propôs a instalação imediata de um Fórum permanente para sugerir, opinar e discutir temas relevantes para a agropecuária nacional, principalmente, com a incorporação de novas atribuições para o MAPA concernentes a Anater -Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural, a Irrigação, Agricultura Familiar.

“É necessário que as competências e ações dos diferentes entes do serviço público agropecuário nacional se estabeleçam com racionalidade, para isto, se faz imperioso que a semelhança da Agência Nacional, os estados disponham das agências estaduais cujo norte de orientação siga a meritocracia e que o resultado financeiro e social sejam alcançados. Não basta simplesmente existir enquanto empresa voltada a agropecuária, é fundamental que se desvencilhe das amarras burocráticas, tenham lucro e preste o serviço para o produtor rural, não importa o seu tamanho. A pesquisa tem que sair da prateleira e ser abraçada pela Assistência Técnica e a Extensão Rural”, disse o presidente,

Rômulo Montenegro sugeriu que o Brasil siga “regras sanitárias que mantenham um padrão internacional dos países exportadores; Não avançaremos na produção agropecuária enquanto mantivermos regras restritivas absolutamente inócuas para finalidade a que se presta, e o pior, totalmente, descompassada da realidade mundial, se prestando apenas para estimular a perversa reserva de mercado para produtos importados e também dos grandes monopólios”.  

Uma outra reunião deve acontecer ainda em dezembro quando a equipe do MAPA tiver sido escolhida. Participaram do encontro a Asbraer – Associação Brasileira  das Entidades Estaduais de Assistência Técnica  e Extensão Rural, presidente Luiz Ademir Hessmann, e do Consepa (Conselho Nacional das Entidades Estaduais de Pesquisa Agropecuária), que tem a frente o presidente Orlando Melo de Castro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome