Clubes paraibanos receberão mais de R$ 4 milhões em 2019 pelo Gol de Placa

0
32

O governador Ricardo Coutinho assinou na manhã desta segunda-feira (03) a renovação do programa Gol de Placa, para garantir apoio aos clubes de futebol paraibano. Ricardo ressaltou em entrevista que o programa “representa a continuidade do único instrumento de apoio ao futebol profissional no estado da Paraíba. Se tirar o gol de placa acabou o futebol profissional, acabou o futebol paraibano, acabou a participação dos clubes nas séries C e D”.

Para a próxima temporada, em 2019, Ricardo antecipou que o programa vai pagar R$ 4,150 milhões. Neste ano de 2018, o Gol de Placa pagou R$ 3,976 milhões. “Isso significa 200% com inflação de 50%. Nós crescemos o Gol de Placa porque entendemos na essência a importância do futebol”, afirmou o governador.

Ricardo antecipou ainda que deverá assinar um projeto para ser enviado à Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) promovendo a desburocratização do aporte dos recursos. O governador destacou que “são recursos públicos historicamente estabelecidos que devem chegar ao seu objetivo final”.

Um decreto de 2017 estabelece as porcentagens que cada clube deve receber pelo programa Gol de Placa. O campeão paraibano recebe uma porcentagem de 10,1128% do valor total pago pelo programa. Já o vice-campeão vai receber um valor referente a 8,4173% do valor. Enquanto que os demais clubes do Campeonato Paraibano vão ter que dividir a quantidade referente a 44,5901%.

Já os clubes que participem da Série C do Brasileirão têm a receber 13,4231%. Os times da Série D têm que dividir o valor referente a 4,7316%. As equipes que vão participar da Copa do Nordeste dividem os 9,1422% reservados à competição. Da Copa do Brasil, o valor é de 9,5829% também dividido pelos participantes.

Comentários