Câmera flagra quando servidor público recebe propina para liberar financiamento da casa própria, em João Pessoa; ele é preso pela PF

0
996

Um servidor público federal foi preso pela Polícia Federal na tarde dessa terça-feira (23) dentro de uma agência bancária do bairro Mangabeira, em João Pessoa, no momento em que cobrava vantagem ilícita para liberar financiamento habitacional, com o auxílio de sua esposa, que atuava como correspondente bancária.

A Polícia Federal recebeu a informação de que a mulher havia exigido R$1.250, em espécie, e em troca, o beneficiário seria chamado no dia seguinte para assinar o contrato de financiamento imobiliário e receber o valor correspondente. O dinheiro da propina deveria ser entregue na própria agência bancária de Mangabeira.

Uma equipe de Policiais Federais foi até a agência bancária, onde abordou o servidor público logo após o encontro com o cliente, tendo sido encontrado em seu bolso exatamente o valor exigido para a liberação do financiamento, momento em que foi preso em flagrante.
Em seguida, a correspondente bancária foi localizada em seu escritório e recebeu voz de prisão em flagrante. Ambos foram conduzidos à sede da Polícia Federal em Cabedelo e, durante seus interrogatórios, confessaram a prática do crime.

O funcionário público que exige vantagem ilícita para praticar ou deixar de praticar ato de ofício está sujeito à pena de reclusão, de até 8 anos. Os autuados aguardam na Superintendência da Polícia Federal a designação de audiência de custódia que será realizada na Justiça Federal em João Pessoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome