Cabo Gilberto, eleito deputado estadual, é inocentado pela Justiça Militar por ter criticado governo por suspensão de MP

0
1190

O cabo Gilberto Silva, eleito deputado estadual pelo PSL, foi absolvido na Justiça Militar após ter sido acusado ter infringido o artigo 166 do Código Penal Militar por ter criticado a medida provisória número 242, que suspendeu promoções e a data base para os servidores estaduais.

Conforme o processo, o cabo teria criticado, em dezembro de 2016, a medida provisória num programa de TV, enquanto representava uma associação da polícia militar da qual faz parte.

No início da noite desta segunda-feira (22), o julgamento se encerrou e o conselho de justiça, composto por um juiz togado e mais quatro juízes militares, por unanimidade, entendeu não haver crime por parte do denunciado.

A defesa do cabo Gilberto foi exercida pelos advogados Luiz Pereira e Gabriel Cirne, que sustentou a atipicidade da conduta do seu cliente, considerando que ele agiu em representação de pessoa jurídica.

Em sua conta no Instagram,  o cabo Gilberto disse que a justiça foi feita. “A justiça foi feita, sempre acreditei que haveria! Obrigado pela imparcialidade e pelo resultado do nosso julgamento. Por unanimidade fui absolvido na justiça militar na data de hoje! Obrigado aos meus advogados @luizpereiraadv @gabriellcirne pelo excelente trabalho! Obrigado a todos que foram dar uma força”, comemorou.

PB HOJE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome