Funcionário do DER é torturado até a morte e corpo é achado com pés e mãos amarrados na Paraíba

0
1897

 

O corpo de um idoso foi encontrado amordaçado e com as mãos e pernas amarradas, no município de Itaporanga, na região do Vale do Piancó paraibano. O homem de 72 anos identificado como sendo o aposentado do DER, Geraldo Enedino de Sousa, conhecido como Ademir Enedino, foi achado morto pela ex-companheira. Ela informou a polícia que costumava tomar café com ele, e ao sentir falta, encontrou a vítima sem vida na sua residência.

“A gente se separou, mas se dava bem, e, como ele era idoso e estava meio adoentado, eu todo dia vinha aqui ajeitar a casa e cuidar dele, mas hoje chamei e ele não abriu a porta, então voltei para casa, peguei minha chave e, ao abrir a porta, encontrei essa situação”, comentou Damiana, a ex-mulher. Foram 26 anos de relacionamento. O casal tem uma filha, que reside fora, assim como a prole do primeiro casamento do aposentado.

A Polícia Civil informou que os indícios são de que a vítima tenha sido torturada. O delegado responsável, Gleberson Fernandes, disse que o idoso emprestava dinheiro a juros, e possuía um cofre dentro da residência, onde era escondido atrás de um quadro, que estava violado, então, provavelmente o suspeito  torturou a vítima para descobrir o local.

A casa da vítima estava toda revirada e um buraco no telhado foi identificado, por onde provavelmente o autor do crime teve acesso ao interior da casa.

A polícia investiga o crime como latrocínio e aguarda a perícia para saber o que provocou a morte do idoso, visto que ele não tinha marcas de tiros, apenas de espancamento.

Até o momento ninguém foi preso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome