Defesa diz que não há motivação técnica para prisão de Fabiano Gomes

0
47

O advogado Rembrandt Asfora, responsável pela defesa do comunicador Fabiano Gomes, afirmou, na tarde desta quinta-feira (23), que acredita não haver motivos técnicos que justifiquem a prisão do radialista.

“A defesa entende que primeiramente não haveria a possibilidade técnica de ser decretada a prisão preventiva sem que Fabiano fosse previamente intimado para justificar sua ausência, isso com base em entendimentos de outros tribunais”, pontuou.

Mesmo assim, o jurista disse que vai recorrer com o pedido de revogação da prisão de Fabiano e acredita que o recurso será acatado pelo Tribunal de Justiça.

O radialista e empresário Fabiano Gomes foi transferido, nesta quinta-feira (23), da sede da Polícia Federal, em Cabedelo, para o Presídio PB1, em Jacarapé. A transferência foi determinada pelo juiz Adilson Fabrício, responsável pela audiência de custódia do comunicador.

Fabiano foi preso nessa quarta-feira (22) em sua residência e em seguida levado para Polícia Federal. Na decisão, o desembargador João Benedito, relator da Operação Xeque-Mate, determinou a prisão preventiva do empresário que deixou de cumprir uma das medidas cautelares impostas no processo.

Mais PB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome