Garoto morre em Santa Rita por H1N1 e PB soma seis mortes por Influenza

0
249

A Secretaria de Estado da Saúde confirmou que a morte de Carlos Eduardo Soares de Oliveira, de 15 anos, em 18 de maio deste ano, em Santa Rita, foi causada pela Influenza H1N1. Agora, já são cinco casos confirmados de morte por H1N1 e um caso de Influenza H3N2, sendo seis no total de pessoas que morreram por quadros mais graves de gripe na Paraíba, em 2018.

A família do adolescente procurou atendimento para ele na UPA do bairro de Tibiri, em Santa Rita, no dia 15 de maio e o menor foi medicado e liberado. O quadro de saúde de Carlos Eduardo piorou e ele foi novamente internado na quinta-feira (17). Na sexta-feira (18), ele morreu.

A UPA de Santa Rita informou que por causa da instabilidade clínica incompatível com transporte, mesmo conseguindo a transferência, não seria possível a melhoria do menino.

O caso da Influenza (gripe) com morte de Carlos Eduardo, em Santa Rita, soma-se aos já registrados de H1N1 em Cabedelo, Serraria, Pedras de Fogo e Cachoeira dos Índios, além do caso de H3N2 ocorrido em João Pessoa.

A Secretaria de Saúde estadual informou ao ClickPB nesta sexta-feira (10) que notificou 234 casos como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), destes 29 foram confirmados para Influenza, sendo 18 do subtipo H1N1, 6 para influenza subtipo A/H3 sazonal e 5 influenza do tipo B.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome