MPE solicita cassação dos mandatos de Luciano Cartaxo e Manoel Júnior

0
39

O atual prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, e seu vice, Manoel Júnior, que é pré-candidato ao Senado nas eleições deste ano, podem ter seus mandatos na gestão municipal cassados. É que o Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu que a ação fosse tomada, assim como a inelegibilidade de ambos, devido a supostas irregularidades nas eleições de 2016, quando Cartaxo foi candidato a reeleição, com Manoel Júnior compondo a chapa.

A cassação foi solicitada nesta terça-feira (31) pelo promotor eleitoral José Arlindo Corrêa, que faz parte da 77ª zona eleitoral. Ela afirma que a investigação começou ainda em 2016, buscando apurar suspeitas de contratação irregular de servidores e abuso de poder econômico por parte dos gestores, devido, sobretudo, a um grande aumento no número de funcionários públicos em João Pessoa exatamente antes da eleição.

Segundo Rodrigo Farias, advogado da chapa, não houve nenhum tipo de irregularidade antes ou durante o processo eleitoral que levou à eleição de Luciano Cartaxo e Manoel Júnior, na época no PDT e PMDB, respectivamente. Ele declarou ainda que todas as contratações seguiram rigorosamente as etapas necessárias, e não existem provas de possíveis ilegalidades.

O processo instaurado pelo MPE caberá ao julgamento do juiz Manoel Gonçalves Abrantes, da 77ª zona eleitoral, que a partir daí deve decidir se haverá ou não a cassação dos atuais prefeito e vice-prefeito da capital paraibana, cabendo ainda recursos por parte da defesa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome