Candidato à PM da Paraíba supera braço machucado e completa prova de corrida

0
717

Um jovem de 24 anos mostrou toda a sua superação durante o Teste de Aptidão Física da Polícia Militar da Paraíba na última segunda-feira (25), em João Pessoa. Luiz Leodécio Monteiro Alves Júnior, natural do Rio Grande do Norte, conseguiu cumprir as provas mesmo após ter tido o braço deslocado.

O zootecnista machucou o braço durante a prova de abdominal. Ele não se intimidou pelo deslocamento do braço e conseguiu terminar a primeira prova e seguir para a seguinte. Luiz Leodécio completou a corrida de 100 metros em 14 segundos e 27 centésimos, superando o tempo mínimo de 16 segundos..

Em entrevista ao site potiguar Mossoró Hoje, Luiz Leodécio explicou que “nessa prova de abdominal eu ainda cheguei a concluir mesmo com o braço já machucado, e consegui me levantar para começar fazer a outra prova. Só que quando eu estava me aquecendo para fazer a corrida, quando levantei o braço comecei a sentir ele saindo do canto, comecei a sentir a dor, aí a mulher me levou para a ambulância e o médico colocou meu braço no canto. Só que quando eu voltei para fazer a corrida, senti a mesma dor e o braço saiu do canto do mesmo jeito, aí foi preciso eles colocarem no canto e os bombeiros colocaram aquela faixa para segurar meu braço, pra eu conseguir fazer a corrida, porque eu queria fazer”.

Apesar de todo o esforço do candidato, o desempenho no dia seguinte de testes com salto em altura e a corrida longa, de 2.400 metros, ficou comprometido. Léo Junior não conseguiu completar o teste do salto em altura e acabou sendo desclassificado. Ele ainda analisa se irá acionar a Justiça para pedir uma segunda chance no teste, tendo em vista o ferimento.

“O que eu mais temia era a prova de flexão em barra, porque a uns dois meses atrás eu não conseguia fazer nenhuma. E era a prova que tinha maior índice de reprovação já naquele concurso. Cheguei lá e fiz todas as flexões em barra, então dali em diante para mim seria fácil completar as demais provas. Mas não imaginava que fosse acontecer esse problema com meu ombro, foi a primeira vez”, lamentou o candidato.

O zootecnista, natural da cidade de Apodi, conseguiu ser aprovado na vaga 253 de 340 no Comando de Campina Grande.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome